Nota sobre doença infantil da esquerda

Lenine escreveu o "Esquerdismo, a doença infantil do comunismo". Esta nota não é sobre essa obra, mas sobre o infantilismo que se está a viver  neste momento na esquerda.
A esquerda quer formar um governo. E tem legitimidade para o fazer. 
Mas ao mesmo tempo o putativo futuro primeiro-ministro vai falar com os banqueiros para obter o seu Ámen. A líder bloquista fala já em tons moderados de ministra sobre as dificuldades em subir o salário mínimo.
No fundo, parece que a esquerda quer governar como a direita, tirando um ou outro detalhe.
A esquerda não sabe apresentar uma alternativa política, apenas uma mudança de caras...
Um governo de esquerda teria que enfrentar a dogmática imposta: União Europeia, Euro, Economia de Mercado, etc. Nada disso acontece. 
Parece que afinal a esquerda quer ser uma gestora mais eficiente do capitalismo...
Rui Verde

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Quem tramou Joana Marques Vidal? Sócrates ou Manuel Vicente?

O mistério de Luís Delgado e da Impresa

O fim do jornalismo português(2)